sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

A anatomia comparada




Semelhança quase sempre sugere parentesco. Foi por causa disso que o estudo intensivo da anatomia dos animais acabou por reforçar muito a idéia de Evolução.
No início dos estudos anatômicos, as comparações entre os animais visavam apenas a sua classificação, isto é, sua taxonomia. Os anatomistas começaram a perceber, no entanto, que havia coincidências estranhas. Animais aparentemente muito diferentes no aspecto externo como o cavalo e o homem, pareciam ser “construídos” segundo o mesmo plano básico:

Ambos tinham um eixo ósseo, a coluna vertebral, que terminava com um crânio. Nesse eixo, estão presos arcos ósseos, que sustentam os membros inferiores e superiores.
- Homologia e Analogia: Homologia Órgãos de mesma origem evolutiva, embora com funções diferentes, são denominados Homólogos. É o caso do esqueleto dos membros anteriores dos vertebrados. Analogia Órgãos de mesma função, porém com origens evolutivas diferentes, são chamados de Análogos. É o caso das asas de um inseto e das asas de uma ave. Seu plano de construção é completamente diferente: enquanto a asa da ave tem os ossos característicos dos membros anteriores dos vertebrados, as asas do inseto não tem ossos. No entanto ambas servem para o voo. O fato de os vertebrados serem “construídos” segundo um mesmo plano básico é um forte indício de que todos provem de uma população ancestral comum. Pequenas variações foram se acumulando ao longo de muito tempo, originando as diversas classes de vertebrados atuais.

Sem comentários:

Enviar um comentário